A realidade encenada

Uma encenação que virou ícone fotográfico. / A staged action that became an iconic photograph. Photo: YEVGENY KHALDEI/AP

.

English version below

Confesso que não sabia que essa foto tão famosa é, na verdade, uma encenação.

Da Associated Press:

Morreu na última segunda 1 dos 3 soldados do Exército Vermelho que, em célebre foto que se tornou símbolo da derrocada nazista na Segunda Guerra, foram retratados em maio de 1945 fincando a bandeira da União Soviética no telhado do Reichstag, a sede do Parlamento alemão, disseram ontem autoridades da Rússia.

Abdulkhakim Ismailov, 93 anos, morreu de causa não revelada no vilarejo de Chagar-Otar, sua terra natal, no Daguestão -república da Rússia localizada no Cáucaso, em região fronteiriça com o Azerbaijão-, segundo um comunicado do governo.

Na foto tirada em 2 de maio de 1945, apenas alguns dias depois da tomada de Berlim, Ismailov aparece auxiliando um outro soldado soviético a hastear a bandeira da União Soviética no Reichstag.

Ao fundo, edificações em ruínas e tanques militares retratam a destruição e ocupação da capital da Alemanha após seis anos de guerra.

A imagem tornou-se um ícone da vitória da União Soviética sobre o regime nazista de Adolf Hitler e foi transformada em instrumento de propaganda pelo país comunista.

Anos mais tarde, no entanto, o fotógrafo soviético autor do retrato, Ievgeny Khaldei, admitiu que o momento havia sido encenado e revelou que a própria bandeira da URSS tinha sido improvisada -a peça original fora alvejada por atiradores de elite alemães.

Ismailov foi identificado como um dos soldados retratados na fotografia somente em 1996, quando recebeu uma medalha de Herói da Rússia em homenagem pelo feito.

Após a guerra, o militar soviético serviu em cargos políticos e no Partido Comunista. Abdulkhakim Ismailov teve quatro filhos e oito netos.

Texto retirado da Folha de São Paulo (acesso somente para assinantes). Uma dica do amigo Sandro Fortunato. 😉

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

I confess I didn’t know that this so famous photo in fact was staged.

From The Guardian:

Soviet soldier pictured in iconic 1945 Reichtstag photo dies. Abdulkhakim Ismailov was one of three Soviet soldiers seen in photograph taken shortly after fall of Berlin in 1945.

A Red Army soldier who appears in a historic photograph helping hoist a hammer-and-sickle flag over the Reichstag in Berlin in 1945 has died, aged 93. Abdulkhakim Ismailov died of unspecified causes on Tuesday in his native village of Chagar-Otar.

Ismailov was one of the three Soviet soldiers seen in the iconic photograph, which was taken shortly after the fall of Berlin in May 1945. He stands beneath the man holding the flagpole.

The photo became an iconic image of the Soviet victory over Nazi Germany. It has often been compared to the 1945 Associated Press photograph of US soldiers raising the American flag on Iwo Jima.

The Soviet photographer, Yevgeny Khaldei, said years later that the image was staged, and the flag was sewn from three tablecloths, as the original hammer-and-sickle flag flown from the Reichstag was shot down by German snipers.

After the war, Ismailov served as a chairman of a collective farm and a Communist party official. He is survived by four children and eight grandchildren.

Anúncios

3 responses to “A realidade encenada

  1. pois é ariane, tão encenada quanto aquela de iwo jima, né? guerra é imagem e imagem é tudo.

  2. Só nos resta imaginar, em relação a como nos são passados os fatos históricos, o quanto é real e o quanto é ficção. Parabéns pelo blog!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s